... may our thoughts never be against our feelings...

terça-feira, novembro 30, 2004

Entre o coração e a mente


Novamente
Porque pensei, passei, julguei
Onde observei, olhei, imaginei
Como esperei, fiquei, desesperei
Dolorosamente
Assim lutei, desmaiei, sangrei
Então suspirei, chorei, gritei.
Por isso… estarei, sonharei, voarei
Perdidamente.

30 Novembro 2004
Nina
sentido por Ninagasol às 10:07 da manhã | |

domingo, novembro 28, 2004

Para ti


"You say you wander your own land

But when I think about it
I don't see how you can
You're aching, you're breaking
And I can see the pain in your eyes
Says everybody's changing
And I don't know why

So little time
Try to understand that I'm
Trying to make a move just to stay in the game
I try to stay awake and remember my name
But everybody's changing and I don't feel the same

You're gone from here
Soon you will disappear
Fading into beautiful light
'cos everybody's changing
And I don't feel right

So little time
Try to understand that I'm
Trying to make a move just to stay in the game
I try to stay awake and remember my name
But everybody's changing and I don't feel the same"
(KEANE - Everybody's Changing)

Para ti, miúda... Parabéns.
sentido por Ninagasol às 10:07 da manhã | |

sábado, novembro 27, 2004

... please


... may our thoughts never be against our feelings...


... and with more strong may our feelings
never be against our thoughts, either...

sentido por Ninagasol às 10:50 da tarde | |

sexta-feira, novembro 26, 2004

Wish...

Ía eu a começar um poema e lembrei-me que me soava a conhecido... E tanto procurei que me lembrei de onde era...

"I wish I was a neutron bomb, for once I could go off.
I wish I was a sacrifice, but somehow still lived on.
I wish I was a sentimental ornament you hung on the Christmas tree.
I wish I was the star that went on top.
I wish I was the evidence, I wish I was the clouds.
Or 50 million hands upraised and open toward the sky.
I wish I was a sailor with someone who waited for me.
I wish I was as fortunate, as fortunate as me.
I wish I was a messenger, and all the news was good.
I wish I was the full moon shining off a Camaro's hood.
I wish I was an alien at home behind the sun.
I wish I was the souvenir you kept your house key on.
I wish I was the pedal brake that you depended on.
I wish I was the verb "to trust" and never let you down.
I wish I was a radio song the one that you turned up."
"Wishlist" (E. Vedder, Pearl Jam)
sentido por I Am No One às 10:42 da manhã | |

quinta-feira, novembro 25, 2004


ebola @ Parque Natural Monteverde, Costa Rica (24/07/2004)



"Duas são as presas com que se defende
tão vil criatura da nossa imaginação
duas são as mãos com que se aprende
que de vil pouco têm, apenas reciosas são..."

Apenas vos quis mostrar alguma coisa das coisas que me preencheram numa viagem de sonho, a um sitio de sonho, onde as pessoas aprenderam a adaptar-se aos animais e não o contrário...




sentido por I Am No One às 1:23 da tarde | |

Esta manhã...


Esta manhã acordei

No tecto do quarto
E a minha alma não quer descer
Por mais que a chame
Recusa-se a responder.
Está bem, irei ao café sozinha!
sentido por Ninagasol às 10:07 da manhã | |

quarta-feira, novembro 24, 2004

Dias

Os dias por vezes, são difíceis...
Há dias fáceis, claro.
Há sentimentos que fazem os dias fáceis
E há lamentos que os tornam difíceis.
Mas estes dias apenas serão
Dias... iguais a tantos outros dias.
Vou esperar que passem
Tão rápido quanto possível
Tão devagar quanto tem de ser.
Para poder novamente te sentir
Tão perto quanto o coração deseja...
Tão longe quanto a vida quer...

Nov. 2004
Nina

sentido por Ninagasol às 9:25 da manhã | |

segunda-feira, novembro 22, 2004

O Tejo, O Douro, O mar e A Alma

Certo dia, a caminho de um "sonho", falei com um amigo sobre as diferenças entre o Tejo e o Douro.. dizia-me ele que não gostava do Tejo por ser muito grande, tão grande que as águas pareciam paradas... vi-me forçado a concordar, o Tejo parece o que é... um rio morto, um grande lago de onde a água tenta fugir, com dificuldade, para o mar...
Eu, à semelhança do meu amigo, também não gosto de águas paradas, prefiro, preciso, de águas revoltas para que as ideias surjam, para que os problemas se misturem com a espuma branca e se resolvam à medida que ela desaparece... estranha esta ligação que todos parecemos ter com a água, mesmo aqueles que tal como eu não gostam de praia sentem-se calmos em frente ao mar.. nem que seja a vê-lo do topo de uma falésia.
sentido por I Am No One às 11:45 da manhã | |

Hummmf...

Hoje sinto-me como aqueles velhotes que só querem "rabujar"... alguém interessado?
sentido por I Am No One às 10:24 da manhã | |

...ei-te


Desejei-te

Conforme fui sabendo de ti
No tempo que custava a passar
Deixei e quis avançar.
Amei-te
Pelo momento e no momento
Fiquei e nem quis pensar
Estive porque quis dar.
Imaginei-te
Apenas pelo que eras
E antes de me entregar
Já era tua, só no pensar.
Ansiei-te
Tantas vezes, a qualquer hora
E, estupidamente agora
Continuo a sonhar-te
Tanto ou mais.

Contudo... somente e apenas
Sonhei-te...

21 Novembro 2004
Nina

sentido por Ninagasol às 10:17 da manhã | |

domingo, novembro 21, 2004

Luz


A Luz

A confirmação
A procura incessante
A desilusão.

A palavra
A lágrima
A dor sufocante
A negação.

A ida
A marca
A paisagem distante
A transformação.

A perspectiva
A imagem
A ânsia galopante
A Luz... na escuridão.

20 Novembro 2004
Nina


sentido por Ninagasol às 12:45 da manhã | |

sexta-feira, novembro 19, 2004

Obrigado...

"Vieram noticias de fora.
De alguém nunca perdido,
mas também nunca tido.
De alguém conhecido,
de alguém amigo.

Vieram "doces", vieram "prendas".
Suavizam a saudade,
aquecem o coração,
solidificam a amizade,
envergonham a solidão.

Vieram recados, vieram confissões.
Tudo está lá em pequeninas letras
todas juntinhas,
como se frio tivessem
todas direitinhas,
como se presas estivessem,
mas não estão!
Foi só pela amizade e pelo seu poder
que se juntaram assim...
de modo a que pudesse nelas ler
o que elas tinham para me dizer,
até ao fim... "

ebola
sentido por I Am No One às 1:19 da tarde | |

Hoje

Hoje é um daqueles dias em que nada do que vai no coração sai em condições para vocês lerem...
Hoje é um daqueles dias em que tão depressa estou a 8 como a 80...
Hoje é um daqueles dias em que as lágrimas e os sorrisos saem ao mesmo tempo, e sem razão nenhuma...
Hoje é um daqueles dias em que me apetecia ser um outro qualquer...



sentido por I Am No One às 10:52 da manhã | |

quinta-feira, novembro 18, 2004

Eu?


O mar brilhou

O céu voou
O vento molhou
A distância aumentou
Eu ainda aqui estou
Mas já não sou eu...
Estou eu, que não sou!

18 Nov. 2004
Nina

sentido por Ninagasol às 12:29 da manhã | |

quarta-feira, novembro 17, 2004

... (2)

Ontem acendi pela primeira vez a lareira da minha casa... que lindo que é uma sala iluminada pelas chamas da madeira... :)
Que bom que é o cheirinho da madeira queimada, doce o som do crepitar da madeira...

Faz-nos pensar na tristeza que são os fogos florestais... agora que é inverno... (tinha que estragar tudo...)... :(
sentido por I Am No One às 1:02 da tarde | |

65 anos é muito ano...

Hoje falo-vos de um resistente, de uma pessoa que ao longo de 65 anos tem mantido um casamento feliz (com ajuda), um filho cheio de pancadas, e todos os problemas de uma vida cheia de trabalho e das coisas, que eu já vos tinha contado, que constroem a coisa que a vida é...
Tem um sentido de humor fantástico, negro às vezes... É das poucas pessoas que consegue rir com vontade das minhas graçolas... e sabe quem me conhece como é dificil achar piada ao meu humor, tantas vezes corrosivo e despropositado que as pessoas tendem a rir-se de medo e de choque, mas ele não.. ele consegue achar piada...
Outra coisa que admiro nele é o facto de se emocionar... emociona-se facilmente mesmo com coisas básicas, como por exemplo uma cena de um filme (também, eu tinha que ter a quem sair...)...

Grande, grande homem... este meu PAI... Parabéns :)

sentido por I Am No One às 9:44 da manhã |

segunda-feira, novembro 15, 2004

Uma força...

"O sol brilhou para além do céu,
uma estrela por entre as nuvens
numa noite que não tem lua
não tem sabor, não tem cheiro
apenas saudade, a que deixaste
apenas amor, o que me deste
apenas o caminho que me ensinaste

A dor que sentimos quando perdemos alguém não é egoismo é saudade..."

ebola
bjs Nina


sentido por I Am No One às 10:23 da manhã | |

domingo, novembro 14, 2004

Estrela



O CÉU ESTA NOITE TEM MAIS UMA ESTRELA

Descansa! Um dia havemos de nos encontrar.
sentido por Ninagasol às 11:53 da tarde | |

sexta-feira, novembro 12, 2004

...

Eu sou pequenino o suficiente para ser levado pelo vento mas grande demais para ficar preso numa nuvem...
sentido por I Am No One às 2:11 da tarde | |

quinta-feira, novembro 11, 2004

Devagarinho

Rind - M.C.Escher


A manhã nascia devagarinho, tal como eu me enroscava a ti, devagarinho.

Tinhas o corpo ainda quente, muito quente, das horas anteriores em que nos incendiámos um ao outro.
Pediste-me um carinho, eu dei-te um corpo.
Pediste-me um beijo, eu dei-te a alma.
Disseste que me querias, eu deixei-te entrar.
Abracei-te um pouco mais mas não acordaste.
Saí, também devagarinho, para que não me pudesses ver o rosto…

11 Nov. 2004
Nina
sentido por Ninagasol às 9:57 da tarde | |

quarta-feira, novembro 10, 2004

Tudo o resto


A ausência é um facto

Que acontece na nossa imperfeita vida.
É dolorosa, sempre
Nunca consegue ser esquecida.
Torna apertado o coração
Faz o pensamento divagar,
Faz pensar sempre no errado,
Faz sentir que se quer parar.

E atrás dela, vem a incerteza
Das coisas que foram ditas,
Das que ficaram por dizer,
Das que foram apenas pensadas,
Das coisas que foram amadas.
Mas atrás delas, vem ainda, a insegurança
Dos pensamentos retidos,
Das emoções perdidas
E das vontades contidas.

E a persegui-las a todas,
Vem a vontade de não continuar.
Virar uma página da vida,
Ou pegar numa borracha e apagar.
Deixar de falar e ouvir,
Deixar de pensar, deixar de sentir.
Apenas não continuar.
Deixar somente o coração bater,
E o acto de respirar,
Os olhos poderem ver
E as mãos poderem tocar.
Apenas isso…
Tudo o resto… já pouco importa!

Out. 2004
Nina

sentido por Ninagasol às 9:27 da manhã | |

segunda-feira, novembro 08, 2004

Como estou

Descrente…
Nem que seja por momentos
Quando deixo de acreditar
Na força dos sentimentos.
À procura…
Quando tento descobrir
Que ainda existe algo
Que não me faça desistir.
Por encontrar…
Nem que seja no fim
A verdadeira pessoa
Que eu julgo trazer em mim.

8 Nov. 2004
Nina

sentido por Ninagasol às 11:59 da manhã | |

Delicado cristal de mil cores/Doce transparência sem luz

"Em ti,
os raios de sol ganham vida e as imagens reflectem.
Em mim,
a lua renasce e as imagens absorvem.
Em nós,
a lua "cora" e as imagens desaparecem"

ebola
sentido por I Am No One às 10:45 da manhã | |

quinta-feira, novembro 04, 2004



Há tanto para afastar…
Há tanta coisa para empacotar
Há lugares para deixar
Há tantos objectos para abandonar
Há sonhos que já nem sei sonhar
Há tantos planos para largar
Há pessoas para embrulhar
Há tantas vontades para amarrotar
Há emoções que já não quero procurar
Há tantos pensamentos por controlar
Há um coração para sufocar
Há tantos sentimentos para rasgar
Há umas paredes brancas de vazio à minha espera
Onde poderei finalmente me abandonar…

4 Nov. 2004
Nina

sentido por Ninagasol às 3:43 da tarde | |

growing up

"Lindos, livres nós crescemos
na procura, na aventura,
na luta pelo sol,
pela lua, pela luz.
Sujos, marcados
pela vida, pela morte,
pelas sombras de quem vem,
de quem vai, de quem passa por nós e,
não nos vê, não nos sente,
não nos quer,
lindos, marcados,
livres e sujos."

ebola
sentido por I Am No One às 11:21 da manhã | |

quarta-feira, novembro 03, 2004

O que (não) vemos

Tento ver mais além mas os meus olhos teimam sempre em esbarrar na primeira parede que encontram...
sentido por I Am No One às 3:35 da tarde | |

segunda-feira, novembro 01, 2004

Antónimos


Uma Fada perguntou-me se solidão não seria o antónimo
de todos aqueles substantivos e adjectivos. Talvez.
Para mim, poderá ser algo assim...

Vazio/Distância // Cheio/Perto
Escuridão // Luminosidade
Oco/Horizonte // Pleno/Próximo
Decepção // Objectividade
Eco/Tristeza // Voz/Alegria
Ilusão // Realidade
Mágoa/Desistência // Amor/Persistência
Imensidão // Profundidade
Procura/Infinito // Encontro/Finito
Solidão! // ... Solidão!...

1 Nov. 2004
Nina

sentido por Ninagasol às 4:00 da tarde | |